Os caça-dores de mitos, parte 2: a coluna fora do lugar

A idéia da coluna fora do lugar dá nos nervos dos pacientes e terapeutas acostumados a “alinhar a coluna”. Será que somos capazes de perceber a coluna fora do lugar e arrumar a coluna em seu devido lugar?

Para ajudar nesta dolorosa tarefa, fui assistir novamente a todos os filmes de jogos mortais, onde lá tudo sai do lugar e volta em “forma de arte”. Realmente, quando uma serra elétrica corta a metade do corpo, a coluna sai do lugar, não tem jeito. Um outro experimento foi procurar no youtube videos de quedas, acidentes de carro e tentativas de superman. O resultado final foi tudo fora do lugar, além da coluna.

A coluna quando sai do lugar é um “problema de junta” daqueles. E nada como procurar um fisioterapeuta que está acostumado a colocar as coisas de volta no lugar e as vezes “o milagre vem de um estalo”.

Não se sabe de onde veio a idéia da coluna fora do lugar, talvez da época dos grandes clínicos que iam tentando um monte de coisa, registrando e torciam para dar certo. Mas, as escolioses nossas de cada dia não desmentem. E uma espondilolistese? Está onde não deveria estar, fora do lugar. Mas, e a subluxação vertebral, adorada pela quiropraxia e temida pela osteopatia? Essa fica na mente do amigo imaginário que cada um tem. A culpada disso é a gravidade e a coluna não saiu do lugar, mas na ponta da língua saiu sim.

A coluna realmente pode sair do lugar. Ingênuo será aquele que duvidar. Agora, com a dor nossa de cada dia, dizer que colocaremos de volta a coluna no lugar e mandaremos o paciente de volta ao seu mundo é pura especulação, que dirá injusto. Use como metáfora, mas dê uma risadinha junto. A coluna fora do lugar remete a problema, dano, lesão, urucubaca, zebra, cisne negro e até mesmo patologia e doença.

Então, o mito da coluna fora do lugar é quase uma afronta aos que acham que é possível alinhar o corpo em perfeição. Salvo os jogos mortais e acidentes, a coluna vertebral fica alinhada a maneira de cada um de nós. À moda da sua casa.

Coluna fora do lugar – meio mito confirmado!

Artur Padão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *