Aprendendo a sentir dor: condicionamento clássico

condicionamentoAs bandas clássicas como “Armas e Rosas”, “Dirigível de Led”, “Roxo Profundo” e “Donzela de Ferro” me fizeram aprender o que é o verdadeiro rock. Aprendi que tudo se resume a um grande show de rock, que pode mudar o mundo. Aprendi também o que é o pseudo rock, que engana com suas distorções 1/10, borrando o cérebro com canções de letra de pagode chamadas de “hits do rock” – – sensibilização do sistema nervoso.

Nesta “vibe”, a dor é sempre uma experiência, que serve de aprendizado em algum contexto. Sendo rock ou pseudo rock (#$F!X), sendo aguda ou crônica, aprendemos a reagir a dor de diversas formas, as vezes dolorosas.

Aqui na clínica, uma das pacientes estava sendo atendida por um colega, realizando exercícios e sentindo dor. Quando este colega falou o nome Artur, a paciente sentiu imediatamente dor no joelho. “O que foi que eu fiz?” Artur = Dor?

Para explicar isso, retornaremos a época entre 1903 a 1908, da criação da Gillete de barbear (1903); Revolta da Vacina (1904); Domingo Sangrento em São Petersburgo (1905); Voo do 14 Bis de Santos Dumont em Paris (1906); Primeiro Acampamento de Escoteiros (1907) e o Primeiro Fim de Mundo (1908).

Nessa época, observou-se a associação entre estímulo e resposta, no clássico experimento de Pavlov, que deu origem ao Condicionamento Clássico. Em seu experimento com cães, ficou claro para Mr. Pavlov que os cães salivavam quando lhes era mostrado alimento. Era uma resposta imediata, natural e fisiológica. Em outro momento, era apresentado um som de um sino, o que não provocava salivação. Em seguida, o som era produzido ao mesmo tempo que era mostrado o alimento. Ao longo do tempo, só de tocar o sino os cães já salivavam, pois associaram a comida ao toque do sino. Então:

No inicio…
* Paciente = Cão
* Exercício = Alimento (estímulo não condicionado)
* Paciente + Exercício = Dor; Cão + Alimento = Salivação (resposta não condicionada)

No meio…
* Artur = Som (estímulo neutro)
* Paciente + Exercício “+ Artur” = Dor (resposta não condicionada)

Enfim…
* Paciente + Artur = Dor (resposta condicionada)

Acabamos de aprender que Artur, além de provocar dor, é chato. “Mudar a dor” significa retirar Artur da jogada ou substituir Artur por Dalila, por exemplo (fofa). Nunca negue a chatice, ela pode se tornar condicionada a você.

Artur Padão – Dorterapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.