O paraíso fiscal do autotratamento da dor

O consumo de autotratamentos para o alivio da dor é gigantesco em todo o planeta terra (não é plana). Isso não quer dizer que funcionem para aliviar a dor. Apesar disso, mesmo que o paciente ainda esteja com dor, continua muitas vezes consumindo o mesmo tratamento, mesmo que sem efeito. Que coisa!

Boa parte dos tratamentos que continuam sendo usados mesmo sem efeito são aqueles que promovem baixo ou nenhum efeito adverso (sem imposto). Por isso, tornam-se um paraíso fiscal do alivio da dor, sem receitas ou entraves para seu o uso. Com imposto tipo multa porque está sem máscara e sem identificação da transação (compra do tratamento), parece moleza ter acesso. Afinal de contas, ninguém manda em você, certo?

Qualquer autotratamento para o alivio da dor tem o seu lado Jedi e Sith da força. O consumo livre de tratamentos sem orientação profissional não é uma boa opção de controle da dor, mas é uma boa opção para ter autonomia sobre sua própria dor, certo?

O que se faz então? Se vira com o que não funciona?

Autotratamentos são aqueles que o próprio paciente adquire ou “compra” e aplica nele mesmo, sendo ou não sob orientação profissional. Variam desde medicamentos de livre prescrição ou com receita controla (um dia acaba), automassagem, meios físicos como calor e frio, TENS de farmácia, alongamentos, outros exercícios, cremes, pomadas (tipo canela de velho), óleos e afins…Enfim, muita coisa disponível.

Se virar com o que não funciona e continuar se virando mesmo não funcionando é uma prática com fins lucrativos para o bolso de outros. Ao mesmo tempo, bate aquela expectativa mínima de que em algum momento aquilo vai funcionar. Não vai funcionar, não se iluda! Pelo menos desta forma não vai!

Os autotratamentos quando tem que funcionar funcionam na hora para aliviar minimamente a dor. Caso contrário, será como tomar um mate gelado com bixxxcoito globo na praia de copacabana: vai querer consumir sempre que estiver lá! Ai volta lá e consome novamente. E segue o jogo em busca do sonhado alivio da dor sem impostos, sem barreiras e com seu anonimato garantido = sua e apenas sua dor!

Artur Padão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.