Cirurgia de artrodese lombar: O que fazer?

dor e artrodeseTambém chamada de fusão lombar, este é um tipo de cirurgia onde são colocadas meio que vergalhões de titânio com parafusos na coluna. Na verdade, várias são as indicações para esta cirurgia, desde o desgaste excessivo das vértebras até mesmo quando não existe mais espaço para os nervos quando estão comprimidos como, por exemplo, em algumas hérnias de disco, artrose ou instabilidade.

Quando bem indicada, o resultado é muito bom em corrigir estes problemas e evitar a piora de alterações como perda de força e sensibilidade nas pernas. Mas, quando falamos de dor, precisamos saber realmente se está sendo provocada pelos próprios problemas na coluna. Se a dor for crônica, muito pouco provável que seja isso.

Não estou falando de diagnóstico médico, mas sim de uma cirurgia que traz consequências importantes para o corpo, como a própria piora da dor.

É importante você saber o que vai acontecer na sua coluna lombar se você fizer uma artrodese:

– não vai ter mais mobilidade nas vértebras que estão com os vergalhões;

– os glúteos vão ficar mais encurtados e rígidos, possivelmente doloridos;

– os músculos lombares no local da cirurgia vão atrofiar e não voltam ao normal;

– os músculos lombares acima da cirurgia vão hipertrofiar, pois recebem mais sobrecarga e precisam compensar a falta dos outros;

Mesmo com tanta coisa ruim, às vezes a artrodese é a última opção.

Pouco se sabe ainda sobre o que fazer e o que não fazer, o que deve ser orientado no pós operatório desta cirurgia. Muitos médicos e fisioterapeutas orientam os pacientes baseados na sua experiência pessoal, o que não é ruim, mas se a experiência do profissional for manter o paciente parado na cama, lamento muito, mas é uma péssima experiência.

As alterações nos músculos e juntas provocadas pela própria artrodese pioram se no pós operatório o paciente for mantido parado na cama. Mas, a atrofia e o descondicionamento físico e vários outros efeitos negativos da imobilização também acontecem. Se você já quebrou algum osso e foi imobilizado com gesso, como que ficou depois que tirou? “fraco, encurtado e endurecido” é o que acontece com vários outros músculos e articulações que nada tem a ver com a artrodese.

Alguns tópicos sobre orientações:

NO HOSPITAL 

– a dor pós operatória faz parte, só se sua dor original não sumiu. Remédios, usar calor ou gelo (depende de quantos dias) e movimentar-se diminuem a dor;

– usar a dor como guia do tratamento dificulta a recuperação;

– não fique parado na cama. Levante-se, sente na cadeira com apoio lombar, cruze as pernas, ande pelo quarto ou corredor do hospital, movimente seu corpo dentro do seu limite;

– evite posturas sustentadas por muito tempo, para não se cansar;

– ao sair do hospital, procure seu fisioterapeuta para iniciar sua reabilitação. Se exercitar logo e manter isso depois é recomendado, inclusive pelas pesquisas científicas;

– exija uma orientação ao sair do hospital;

EM CASA

– não fique deitado na cama. Tente retornar a sua rotina de atividades aos poucos;

– dirigir não tem problema. Ninguém provou nas pesquisas que isso é proibido de fazer. Cuidado só com o tempo dirigindo, não deve ser longo neste momento;

– continuem sentando com apoio lombar. Seus músculos ainda podem estar dormindo;

– o retorno ao trabalho depende muito do seu tipo de trabalho. Aproveite esse tempo de afastamento para pensar menos nele;

– para tomar banho, se você ainda não está com muita segurança, coloque um banquinho no banheiro;

– tente trocar de roupa sozinha (o). Pode ainda ser difícil colocar roupas de baixo, calças, bermudas, cruzar pernas para meias e sapatos. Continue insistindo. Se for muito dolorido, vista suas calças sentado (a) ou coloque meias e sapatos de pé, se ainda for difícil;

– as restrições atrasam o retorno ao trabalho e a maioria são desnecessárias;

PARA SEU CONHECIMENTO GERAL

– não faça novela porque fez uma cirurgia. Bola pra frente;

– não deixe as pessoas ao seu redor dizerem o que você deve ou não fazer no seu pós operatório. Normalmente elas não sabem nada;

– se alguém ficou surpreso porque você se recuperou rápido, parabéns a você a e equipe que lhe tratou. Sempre alguém tem uma experiência infeliz sobre cirurgia e acha que é igual a todo mundo;

– se você já fez a artrodese lombar e não fez nenhum tipo de recuperação ou teve orientações é uma pena mesmo;

– se você está com medo de se movimentar ou se machucar, procure ajuda. Ter medo a ponto de limitar o seu corpo nas suas atividades não é normal.

Enfim, a própria prática das atividades do dia-a-dia é mais importante do que a fisioterapia e as medicações.

Gentileza Gera Gentileza – – Artrodese Gera Artrodese

Artur Padão – Dorterapeuta

20 comentários sobre “Cirurgia de artrodese lombar: O que fazer?

  1. Fiz cirurgia de artrodese na coluna lombar fratura compressiva por queda de escada. Foi colocado 4 parafusos percutaneos de t12a lomb. 2, porem a dor nao melhorou. Fiz 40 cessoes de fisio e um mes de hidroginas. Tudo a pedido da medica. Mas a dor nao melhorava. No 1 retorno questionei um caroço em um dos parafusos que nao diminuia. Fiz rx antes da consulta ela dissw que isso era normal e que iria sumir. Nao se atentou que no rx dava pra ver algo errado. No sara consegui atendimento para reabilitaçao. Mas com meu questionamento o medico pedia uma tomo que constatou a soltura da trava de segurança so parafuso superior. Imediatamente cancelou a fisio e recomendou retorn. A medica. Ela muito arrogante nem queria me atender. Mas avisei do problema ma deixou 3 horas de molho. Quando viu a toma falou pra parar com tudo e teria que refazer. Mas depois de seis meses fui na defensoria. Com oficio eles me internarao mas nada faz 10 dias que aguardo. O que fazer.

  2. Eu fiz artrose lombar L4,L5 e S1 há 6 meses, desde logo comecei com fisioterapia, aos 3 meses retomei o ginásio (condicionado).
    Neste momento ainda tenho alguma dormência no pé esquerdo, dores no glúteo direito (fortes) e não consigo dar um pequeno salto que seja. O que me preocupa mais mesmo é esta última incapacidade de não conseguir ainda fazer qualquer impacto, nem um pequeno salto lool, demora muito a recuperar?

  3. Boa tarde,fiz uma cirurgia dessa a dois anos,não senti-a nada por causa do serviço comecei a sentir dor nos ombros no pescoço,será que e por causa do serviço muito tempo dirigindo pois sou motorista de ônibus rodoviária

  4. B dia fiz a vinte dias eu passei por uma artrodese lombar sinto uma dor terrível na nádega esquerda ,isso e normal ?

  5. Oi
    Lendo aqui comentários, não resisti.
    Hj, estou com 9 dias q fui submetida a artrodese, 4 pinos
    Tinha muito receio em fazer
    Esperei e lutei por dois anos.
    Medo .
    Li muito sobre assunto, e tirei duvidas c meu médico .
    Estou bem, desde cirurgia, levanto tomo banho , c ajuda de minha filha,
    Ando pela casa
    Sento p refeições
    Ando devagar, mas sozinha
    N faço movimentos bruscos, estou c pontos ainda.
    Mas as dores e fraqueza nas pernas, bem como dormência , não tenho mais.
    Dr. Leonardo Gaya, meu médico ,
    Me orientou q a cirurgia me daria um nivel de vida melhor, acredito nele.
    Tenho 59 anos, sou aposentada,
    P não ter depressão, me engracei e hj sou artesã.
    Fica aqui meu curto relato.
    Dia 19-07-18 retorno p tirar os pontos.
    Deixarei aqui, novo relato.
    Estou orgulhosa da minha decisão.
    Bjs e sorte p quem ira passar pela artrodese.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *