TENS dor?

tens dorMais conhecido como “choquinho” ou “tensis” para os íntimos, a TENS é uma ferramenta polêmica desde sua criação. Muito utilizada por fisioterapeutas, a TENS (estimulação elétrica nervosa transcutânea) possui várias evidências conflitantes de ser um bom tratamento para dores crônicas de diversos tipos. Minha afirmação é controversa, tendo em vista que muitos colegas TENS bons resultados.

A TENS é um tratamento passivo e portanto tende a ter efeitos a curto prazo. Além disso, o uso continuo da TENS faz o corpo se acostumar rapidamente a corrente, perdendo logo seu efeito analgésico.

Da mesma forma que todos eu me pergunto: porque TENS ainda a TENS para o tratamento de dores?

Da mesma forma que todos eu continuo me perguntando: porque mesmo com poucos efeitos na dor crônica (de uma forma geral), a TENS ainda é usado no tratamento? Seu efeito nos estudos científicos, se a frequência alternar de baixa a alta, não passa de (pasmem) duas semanas. E quem faz por meses? Anos?

A TENS possui lindas explicações, porém com resultados fracos na prática.

TENS explicações? Sim. A corrente elétrica bloqueia os impulsos nervosos na nossa medula. Porem, não funciona em todo mundo. Quase não funciona na prática (especialmente pelo convênio). Na dor crônica precisamos mudar o funcionamento do cérebro e a TENS não faz isso.

TENS certeza? Claro que não. Certeza só da nossa morte em algum momento e da ação da gravidade no corpo.

TENS dúvida? Eu também. Mas, os convênios adoram. É muito prático deixar 10 pacientes fazendo TENS e atender outros 10. Não é?

TENS problema? Sim. A maiora dos aparelhos são desregulados, quase nenhum paciente faz a dosagem correta, é usado de maneira indiscriminada, o efeito não é duradouro, possui grande efeito placebo. Talvez funcione corretamente (talvez) se forem aplicadas as doses certas.

TENS melhor? Claro. Para a dor crônica, o exercício ganha de lavada.

TENS pior? Claro. Não fazer nada e esperar para ver o que acontece.

TENS solução? Talvez escolher outra coisa.

TENS dor crônica? Trate com TENS? Eu não! Mas, alguns paciente ficam bem. Lembre-se que o efeito de um tratamento não depende só da técnica.

TENS necessidade de ser radical? Todos temos um dia de fúria!

TENS um abraço? Não, o dia mundial do abraço já passou.

Artur Padão – Dorterapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *