O alongamento no alivio da dor

along dorHoje, vamos explorar os princípios de escolher o alongamento como técnica para o alívio da dor.

Muito se escreve e se fala sobre o alivio da dor pelo alongamento. Pouco se fala sobre como isso acontece, pouco se sabe mesmo.

Acredita-se que o efeito do alongamento é sobretudo fisiológico, onde o aumento do comprimento do músculo em repouso e o relaxamento proporcionado favorecem o fluxo de sangue e reduzem a hiperalgesia induzida pela contração muscular (Souza, 2009 – poderia o exercício induzir analgesia em pacientes com dor crônica?)

O aumento do fluxo sanguíneo ajuda a remover substâncias irritantes que sensibilizam os nociceptores periféricos (isso ainda não é dor). Com isso, a hiperalgesia é reduzida quando o músculo é contraído. Esse mecanismo foi descrito pela Sluka (2009) – Remoção de irritantes mecânicos e químicos em seu livro Mechanisms and management of pain for the physical therapist. Portanto, se eu acredito que existem substâncias químicas irritativas que estão fazendo parte deste quadro doloroso, vou escolher o alongamento sim.

O alongamento tende a ter um efeito hipoalgésico, pois é capaz de aumentar o limiar de pressão muscular (Bretischwerdt e col, 2009 – Immediate effects of hamstring muscle stretching on pressurepain sensitivity and active mouth opening in healthy subjects). Para que isso faça sentido, saiba que os nociceptores musculares reagem a pressão e isquemia. Mas, se o alongamento é uma força mecânica que comprime mais os vasos sanguíneos e aumenta a tensão de estiramento nas fibras musculares, não deveria favorecer ao aumento da dor? Sim, mas a quantidade de alongamento (carga ou intensidade) irá influenciar o surgimento da dor: quanto mais carga, maior a chance de doer. Por isso, pessoas que estão com o sistema nervoso, medroso e sensível, o alongamento pode ser uma opção ruim, ou seja, provocar mais dor.

Em um estudo comparando alongamento, yoga e auto-cuidado, foi visto que tanto o alongamento quanto a yoga são superiores ao auto-cuidado em aliviar a dor, mas possuem efeitos similares no final das contas (Sherman e col, 2011 – A randomized trial comparing yoga, stretching, and a self-care book for chronic low back pain).

Infelizmente, não encontrei referências sobre os efeitos do alongamento no sistema nervoso central.

Escolha o alongamento com segurança

Artur Padão – Dorterapeuta

Um comentário sobre “O alongamento no alivio da dor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *