Memória da dor em maratonistas: será que eles esquecem?

dor e maratRecentemente, um estudo mais ou menos interessante foi publicado pelo jornal “Memory” (2015), onde os pesquisadores entrevistaram 62 corredores ao final de uma prova de maratona, 3 meses e 6 meses após a prova. Era perguntado aos “doidos corredores” (correr 42 km é loucura) a intensidade da dor logo após a prova e se eles lembravam dela nos meses seguintes.

Enfim, os maratonistas sentiram, na verdade, pouca dor e mal lembravam de sua experiência dolorosa. Marcaram poucos pontos numa escala velha conhecida como Escala Visual Analógica de dor, gerando uma nota 3 de 10 no boletim escolar doloroso. Na época de colégio, se eu tirasse 3 no boletim, o bicho pegava!

Memórias dolorosas são constantemente registradas em nosso HD cortical, sendo físicas, emocionais, estressantes, boas ou ruins. Porém, quanto mais negativa ou impactante for essa memória, nosso cérebro faz questão de enviar um lembrete. Será que os maratonistas lembram de suas dores musculares provocadas pelo intenso estresse físico da corrida? Talvez a dor muscular seja tão gratificante quanto completar a prova, ganhar uma medalha e fazer uma “selfie” com o relógio. Dever cumprido!

Será isso uma forma de amnésia? Ou será que essa experiência dolorosa da maratona foi algo tão “normal” que não valeu a pena registrar? Ou algo tão bom? O fato é que a dor é sempre subjetiva, ou seja, uma experiência intransferível, única e pessoal. A dor, mesmo que seja um sinal de alerta para algo errado, também funciona como algo a ser superado durante uma prova de maratona. O corredor que não tiver capacidade de tolerar a dor (aguentar o rojão), não vai conseguir chegar lá. Desiste!

Meu voto “corre com os maratonistas”: a dor é parte integrante dos esportes, atividades ou exercícios “puxados para cima”.

Portanto, se você acha que memórias de dor podem ser apagadas, podem sim. Existem vários estudos sugerindo isso.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1084068/

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25090974

Mas, acredite. Este cara aqui nunca mais vai esquecer o resultado final de sua prova de maratona https://www.youtube.com/watch?v=zUPadKgtYHw (veja a partir de 0:50)

Artur Padão – Dorterapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.