Crossfit, dor e lesão

dor e crossUm dos esportes em alta é o crossfit em várias cidades do Brasil, especialmente no Rio de Janeiro. Cidade de praia, dolorosa, onde todo mundo pratica esportes ao ar livre (pelo menos perto da praia, bomba). E não poderia ser diferente com o crossfit. Tudo que vem de fora, infelizmente, produz muito mais impacto no Brasil do que as coisas que o próprio brasileiro produz.

O crossfit une exercícios de alta intensidade com carga, velocidade, coordenação, controle motor, tempo de reação, etc…Tem que estar muito ligado para treinar com concentração. E, claro, tem seu seguidores fervorosos, quase que uma seita “minha vida é isso”.

O fato de ser um esporte de grande “intensidade” aumenta o risco de lesões dolorosas, como qualquer outro. Em 2014, um artigo do “Orthopaedic Journal of Sports Medicine” entrevistou quase 400 pessoas que praticavam crossfit em academias e ao ar livre nos Estados Unidos. Os autores identificaram que cerca de 20% dos praticantes tiveram alguma lesão diretamente ligada a prática do crossfit, sendo os ombros, coluna lombar e joelhos os mais incidentes. Os exercícios mais “lesivos” foram os que exigiam levantamento de peso (agachamento, levantamento terra) e ginástica (barra, flexão de braço).

http://ojs.sagepub.com/content/2/4/2325967114531177.full.pdf+html

Uma incidência de lesões de 20% é baixa para os números, mas é alta quando pensamos em pessoas afastadas de sua atividade por lesão. Quando comparamos outros esportes vemos:

– natação – – pelo menos 40% de lesões no ombro http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3435931/

– voleibol – 33% http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9200321

– futebol – – 2 lesões por temporada http://bjsm.bmj.com/content/45/7/553

Será o crossfit tão problemático, arriscado ou lesivo, impactante assim? Talvez, mas doloroso é. Quem quer treinar em alta intensidade precisa ter boas habilidades próprias para lidar e tolerar a dor do treinamento. Não é moleza. Porém, superar a dor por meio de exercícios produz efeitos muito satisfatórios e, talvez por isso, os praticantes fervorosos sejam viciados no crossfit.

Crossfit provoca lesão? Como em qualquer outro esporte, a exposição tem seus riscos. Faz parte. Crossfit provoca dor? Claro, treino de alta intensidade contrai de tudo e mais um pouco. Lembre-se que dor e lesão são colegas de colégio que se esbarram de vez em quando na hora do recreio. Mas, se amigo (a) quer treinar sem orientação, é pedir pra se machucar.

Bom treino “doloroso”

Artur Padão – Dorterapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.