Avaliação do paciente com dor: o que investigar?

Vamos olhar para o que a ciência sugere que o profissional de saúde avalie nas pessoas com dor e que seja multi biopsicossocial. Certo? Veremos abaixo um roteiro básico para a avaliação da dor:

 

 

 

1. Dar bom dia, boa, tarde ou boa noite!

Olhar como chega, como se movimenta!

Ter atenção as expressões faciais!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 1 MIN

2. Perguntar como está ou que lhe trouxe aqui!

Trabalha com o que? Quanto anos? Sexo?

Identificar as características da dor! Local, frequência, intensidade, o que piora e melhora, tempo de duração, gravidade, impacto na funcionalidade, qualidade.

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

3. Ouvir sua história!

Sua história é contada como numa linha do tempo? Ou vai a 1980, volta para 2011 e depois segue para o futuro?

* TEMPO DE DURAÇÃO: 20 MIN

4. Prestar atenção a maneira como o paciente fala!

Quais as palavras usa? Muda o tom de voz? Faz careta? Ou é inexpressivo?

* TEMPO DE DURAÇÃO: TEMPO TODO

5. Explicar sobre a dor! Explicar sobre outras coisas!

Educação neurocientífica terapêutica!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 20 MIN

6. Tem alguma comorbidade? E na família?

Se interessar pela novela ou futebol!

Identificar fatores psicológicos como medo e depressão!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

7. Identificar fatores sociais como isolamento e trabalho!

Prestar atenção ao comportamento do paciente!

Interromper se necessário!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

8. Estimar e/ou testar a capacidade funcional!

O ambiente influencia os sintomas?

Fumante? Obesidade? Sedentarismo? Sono?

Se interessar pelo dia a dia do paciente!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 15 MIN

9. Já fez algum tratamento? Foi eficaz ou não?

Gerenciar as expectativas, gerenciar as crenças!

Tornar o paciente resiliente! Dar empoderamento!

Fazer “reassurance”! Incentivar a pró atividade!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 30 MIN

10. Ver o exames complementares!

Ler o laudo! Explicar o laudo ao paciente!

Consertar a cagada que outros falam sobre o exame!

Explicar mais uma vez sobre dor e lesão!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 20 MIN

11. Aplicar questionários!

Unimdimensionais ou multidimensionais?

Resposta ou impacto?

Específicos? Prognóstico?

* TEMPO DE DURAÇÃO: 20 MIN

12. Realizar um bom exame físico!

Olhar a postura! Testar os movimentos!

Identificar pontos gatilho!

Fazer testes especiais, raciocinar sobre o exame!

Testes de exclusão, exame neurológico de rotina!

Fazer testes diagnósticos!

Palpação dos tecidos! Sentir o movimento com os dedos!

Sentir a memória do tecido com os dedos!

Tocar com força! Tocar devagar!

Sentir a energia!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 20 MIN

13. Fazer modulação por dor condicionada

Fazer algometria! Testar somação temporal!

Hiperalgesia e alodinia!

Sensibilização central anormal?

* TEMPO DE DURAÇÃO: 20 MIN

14. Identificar mecanismos de dor!

Nocicepção? Neuropático? Sensibilização Central?

Cognitivo afetivo? Imunológico? Metabólico?

Motor? Neurovegetativo?

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

15. Realizar um diagnóstico!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 1 MIN

16. Estabelecer metas!

Estimar a evolução do paciente (prognóstico)!

Estimar o número de sessões!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 15 MIN

17. Propor um tratamento!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

18. Orientações podem ser bem vindas!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

19. Fazer um relatório / laudo da avaliação!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 10 MIN

20. Marcar a reavaliação!

* TEMPO DE DURAÇÃO: 1 MIN

21. Dar tchau e até a próxima!

UFA! A avaliação durou de 4 a 5 horas. Alguém aguenta?Missão impossível! Seja você mesmo!

Como então organizar sua avaliação dentro da proposta científica e ao mesmo tempo você ser capaz de gerenciar seu tempo e seu raciocínio?

Cenas dos próximos capítulos.

Artur Padão

Um comentário sobre “Avaliação do paciente com dor: o que investigar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.