A lenda do cavalheiro sem dor de cabeça

dor e cabeçaNão é novidade que as damas acabam se dando mal na maioria das vezes quando o assunto é dor. Mais sensíveis, mais isso, mais aquilo. Se falarmos sobre dor de cabeça, então teremos linhas e linhas ao até o final deste ano de 2014.

Damas tem dor de cabeça. Fato esse já comprovado em diversos estudos. Fato esse já comprovado no dia a dia. Fato esse já comprovado em diversos filmes!

Reza a lenda que, cavalheiros por serem muito muito “macho”, não sentem dor de cabeça ou ultrapassam este detalhe ínfimo para manter sua pose. Cavalheiros sentem dor sim na cabeça, sentem dor na pelve, mas costumam não falar sobre isso. Vergonha? Perda do “mojo”? Competição entre os sexos? Seja lá qual for o motivo, o resultado final é que a dor está lá, porém fora da ponta da língua.
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3293998/

Estudos mostraram que existem alguns tipos específicos de dor de cabeça que acometem mais os cavalheiros, agora com dor de cabeça. A lenda está indo por água abaixo.

A cefaléia orgástica (isso mesmo, durante o orgasmo), atinge cerca de 1% dos cavalheiros, podendo ser maior que isso – lembra que eles escondem…São descritos 3 tipos de dor neste caso: a de tensão que faz doer a cabeça e pescoço; a dor “trovão”, tipo martelada, que fica depois do “i’m coming”; e a terceira que piora após mudanças de postura, tipo levantar da cama (se no caso foi lá que rolou), que é provocada por mudanças de pressão do líquor.

Sem uma razão ainda definida, as cefaleias em salvas perturbam mais eles. Podendo ser também de causa genética, os neurônios batem uma salva de palmas quando eles consomem tabaco e certos tipos de alimentos. Isso ainda não é muito claro. Sabe-se que a duração deste tipo de dor de cabeça é mais longa nos cavalheiros com cabeça.

E dai se as mulheres suportam mais dor de cabeça? É uma competição por acaso? O que importa é saber os gatilhos disso, ou seja, o que faz a dor aparecer. Cavalheiros tem como gatilhos o estresse, cheiros fortes, alimentos e a luz. Damas tem como gatilhos o estresse, o choro, luz e barulho. Olha a sensibilização ai!

Atenção: dores de cabeça intensa, sem causa aparente ou uma dor de cabeça nova, que nunca foi sentida antes, pode ser algo muito ruim e grave. Emergência para ontem.

Damas e cavalheiros devem dançar a noite toda. Ambos podem receber uma salva de palmas e, quem sabe, se rolar um certo “mojo”, podem chegar naquilo…

Esperamos que a lenda do cavalheiro sem dor de cabeça fique apenas nos livros e blogs de dor, que seja contada de forma teatral para os cavalheiros queiram ser mais homens e contar uma historinha sobre dor. Até porque, “homem não chora nem por dor, nem por amor”, certo?

Artur Padão – Dorterapeuta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.